terça-feira, 11 de setembro de 2007

Carmo do Cajuru

Cajuru, cidade bonita, cravada nas
Alterosas montanhas mineiras.
Refúgio de paz, tranqüilidade, um sonho...
Muitos dias lá passei e tantos
Outros quero passar.

Desistiria de tudo nessa vida para passar
O resto de meus dias em Cajuru.

Correria para lá se pudesse,
Andaria sem descansar se fosse preciso.
Já perdi a conta das vezes que chorei de saudades da
Unica cidade no mundo onde
Realizo meu sonho de viver
Uma vida calma, feliz e livre.

Lucas C. Silva

2 comentários:

Bad Brain Machine disse...

belo poema!
é d sua autoria?
abraço!

KellyPottervicius disse...

uma cidade calma onde a liberdade deixasse demostrar no brilho do sol!!


ahhh..
o sonho de todos os que amam a paz!