domingo, 25 de novembro de 2007

Há um ano atrás...

Sábado, 25 de novembro de 2006. Minha primeira vez...

Primeira vez é inesquecível. E a minha foi totalmente excelente! Eu tava em Belo Horizonte, mal tinha conseguido dormir naquela noite. Aquele sábado chegou ensolarado, prometendo um dia lindo para a festa que a cidade esperava há uma semana.
Meus primos conseguiram os ingressos por, digamos "caminhos alternativos" e a gente pegou o ônibus saindo do Barreiro, zona sul da cidade, rumo ao centro, onde pegaríamos outro pra Pampulha. Eu mal podia me controlar, estava muito ansioso! Esperei por aquele dia por muitos anos, mal podia acreditar que tinha chegado. Então entramos num ônibus fretado e seguimos, cantando e festejando, rumo ao Mineirão!
O Galo tinha caído pra Série B no ano anterior e em 2006 fez uma campanha digna de um time da grandeza e tradição do Atlético. Antes que algum espírito de porco venha encher o saco, ser campeão da Série B não é vergonha nenhuma. Vergonha é ser campeão da Série A ou da Libertadores com ajuda de juiz! Mas voltando a história, o Galo tinha sido campeão na rodada anterior, então aquele último jogo seria festa. Os 75 mil ingressos que foram colocados a venda se esgotaram em 7 horas! A gente só conseguiu os nossos no dia do jogo, a 50 reais na mão de um cambista (sim, estávamos muito desesperados!)
Mas cada centavo do ingresso valeu a pena! Na hora que eu vi o gramado verdinho e as arquibancadas vermelhinhas pela primeira vez senti um arrepio que poucas vezes na vida eu tinha sentido. Naquela hora tive a certeza de que o Mineirão é o estádio mais lindo desse mundo! E ele ficou ainda mais lindo quando a massa compareceu em peso e o lotou. Antes do jogo começar, houve um grande show de Beth Carvalho, Wilson Sideral (com participação de Daniel de Oliveira) e do Bloco Bica Galo, de Juiz de Fora. Então chegaram os jogadores. O primeiro que eu vi entrar foi o goleiro Diego (DIEEEEEEEEGOOOOOO!!!!) e Édson para fazerem o aquecimento. Depois voltaram ao vestiário e mais tarde entraram em campo os outros jogadores.
Que festa aquela. 75 mil vozes gritando "É CAMPEÃO!!!! É CAMPEÃO!!!!" e depois cantando o hino do Atlético! Faz até o mais radical dos cruzeirenses cogitar trocar de time. Mas como tudo que é bom, aquilo durou pouco.
105 minutos e 4 gols depois (ficou 2 a 2 e o América de Natal se classificou para a série A) o jogo acabou... Mas a festa estava apenas começando. Os jogadores receberam a taça, deram a volta olímpica e Beth Carvalho voltou pra cantar o segundo hino do Galo, Vou Festejar.
Festejamos até a noite. No dia seguinte, voltei ao Rio, à minha vida normal. Só que muito mais feliz!

7 comentários:

young vapire luke lestat news disse...

Sei o que é isso sou tricolor desde que nasci , nunca vi meu time do Rio ser campeão............
também sou um virgem

Uhashshshsh!!!!!!!!


[]s L.Sakssida

luan disse...

Opa, tudo bom???

Valew pelo comentário lá no meu blog. Seu blog ta excelente kra, bastante completo e com um visual legal.
Se tiver afim de fazer uma parceria com troca de links seria ótimo!!

Vlw aí kra

Abração!!

pikena disse...

que paixão pelo time!
nunca tive isso
aprecio futebol pela arte, mas nunca idolatrando um só time...
talvez algum dia eu tenha essa mesma paixão

parabéns pelo blog

KellyPottervicius disse...

eu nunca fui a um estadio de futebol!!
imagino que com bom fanatico, vc deve ter se divertido....

mas ..eu....
bom..morro de medo de ir a um estadio..afinal vemos noticias de guerrade torcidas e muita gente machucada todos os dias

RAFAELA CARO disse...

A paixão pelo futebol é algo que me intriga demais... ainda mais a idolatria. Só sou contra a briga de torcidas rivais, mas sou sempre a favor da paixão, seja pelo que for. =)

Solitário disse...

Da minha primeira vez no mineirão eu não me lembro de muitos detalhes, pois ainda era muito novo, mas nunca vou esquecer que foi na Copa Centenário (torneio realizado apenaz uma vez em comemoração aos 100 anos de BH), copa essa que o Galo foi campeão. O jogo era Atlético e Milan e terminou empatado em 2x2, infelizmente eu não me lembro de quem marcou os gols.

(¯`·._.·[***Celina***]·._.·´¯) disse...

Nossa! foi quase um "orgasmo" futebolístico...
Isso é que eu chamo de "paixão" avassaladora!!!!
Bjkssss