quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Errata

Na última postagem, desci o pau na polícia suíça e em toda Europa (por que não?) por causa do suposto ataque sofrido pela brasileira Paula Oliveira no Velho Continente.
Como quem me tem adicionado no msn pode perceber, estou em Belo Horizonte e quando estou aqui em Minas, por vontade própria, me isolo do mundo.
Acabei de entrar na internet e, lendo o uma notícia no Globo.com, vi que, pelo que as evidências apontam, a história não é bem do jeito que ela contou.

Seja como for, cometi um erro muito comum na imprensa ao me precipitar e condenar a polícia suíça antes mesmo de a investigação ter começado. Estou aqui assumindo que errei e prefiro não comentar mais nada desse assunto até as investigações terem terminado.

Agora, sobre as polícias britânica e espanhola e sobre a xenofobia na Europa e principalmente no Brasil, eu não retiro uma palavra do que eu disse. O que a Scotland Yard fez com o Jean Charles de Menezes é um absurdo, assim como o que os espanhóis fazem com muitos brasileiros que lá vão. E sobre a xenofobia brasileira mantenho cada palavra que escrevi naquela postagem e acrescento mais uma vez que não é todo morador das grandes cidades que pensam assim!

É isso. Volto depois do carnaval contando como foi minha viagem entre Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Lucas C. Silva

2 comentários:

Danilo Moreira disse...

Pois eh... escrevi um texto no meu blog falando a respeito, já que a noticia, mesmo sem provas, foi exibida como uma verdade absoluta, e gerou muita indignação, afinal, não deixa de ser verdade já q muitos brasileiros (e outros imigrantes) são hostilizados lá fora.

Mas vc nao errou de todo não, isso tb acontece aqui no Brasil de um estado para o outro, principalmente com nordestinos, cariocas, paulistas e gaúchos.

Gostei do blog. Voltarei mais vezes aqui.

Abçs!!!

http://blogpontotres.blogspot.com/

Jac disse...

Uhm...ok...vai la...as supostas evidencias indicam q ela mentiu....mas como sempre sou do contra....continuo acreditando nela...Pq o pai dela disse q tinha provas d q ela estava gravida, enqto estava no Brasil e ao chegar la, desmentiu td?..Essa historia ta muito mal contada...e a corda sempre arrebenta pro lado mais fraco... Q ameaças essa mulher nao recebeu la pra desmentir td? Pq nao deixaram ela voltar pro Brasil pra ser examinada por um médico brasileiro? Pq uma mulher q teve coragem d supostamente fazer o q fez e ainda inventar essa historia...iria ceder e contar a verdade tao rapido?
Muito estranho....

Bjinhos Lucas