quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Uma lição de imoral

Jonas entrou em seu quarto e, silenciosamente, sentou-se em sua cama para assistir a seu irmão, Saulo, tentar passar de uma fase num jogo de computador. Para avançar, o jogador precisaria atravessar um canyon, mas a ponte estava lotada de inimigos, obrigando o personagem a procurar outra passagem. Sem saber disso, Saulo avançava pela ponte e acabava morrendo sempre.
Querendo ajudar, Jonas, que havia passado daquela fase na semana anterior, disse:
"Não vá pela ponte. Você vai acabar morrendo assim."
"Cala a boca, idiota! Ninguém te perguntou nada!" respondeu Saulo com rispidez.
Se tem três coisa que Jonas não suportava, era quando queria ajudar uma pessoa e essa pessoa o tratava com falta de educação, quando o mandavam calar a boca e quando o chamavam de idiota. Saulo, como sempre, conseguiu fazer as três de uma vez.
"Quer saber duma coisa? Então continua indo por esse caminho e vai se foder!"
Dizer aquelas palavras foi o erro capital de Jonas. Seu pai passava pelo corredor naquela hora e perguntou:
"O que você disse?"
"Ele me deu uma má resposta quando eu tentei ajudar!" justificou-se Jonas.
"Mas ele xingou?"
"Não, mas..."
"CALA A BOCA! VOCÊ DEVE RESPEITO AO SEU IRMÃO!" gritou seu pai.
"Mas eu só..."
"Cala a boca, menino! Aqui não é lugar de ficar falando essas coisas! Por que você falou isso com o Saulo?"
"Uai, ele tava morrendo no jogo e eu quis ajudar. Então ele veio me mandar calar a boca, e me chamou de idiota! Por que você não chama atenção dele por isso?"
"Porque você não me deixa! Ao invés dagente chamar atenção dele, a gente vem chamar sua atenção por causa dos palavrões que você diz!"
Então a mãe dos meninos chegou no quarto e Jonas disse:
"Pô, mãe, eu só queria ajudar o Saulo e ele vem me tratar com falta de educação! Será que não dá pra ter um pouco mais de respeito, não?"
"E será que não dá pra você deixar de ser bobo e parar de ajudar ele? Você sabe como ele é, e ainda é bobo de ajudar! Deixa ele se ferrar sozinho! Agora a gente vai pra sala, qualquer coisa que a gente ouvir, os dois vão ficar de castigo!"
E resmungando, os pais foram pra sala, enfurecidos com Jonas, que só tentou ajudar seu irmão.

I
moral da história: Para seus pais, Jonas está errado pois tentou ajudar o irmão, que o tratou com falta de educação e ainda saiu bem na fita... Engraçado, né?

História totalmente fictícia, porém totalmente baseada em fatos reais...

Lucas C. Silva

7 comentários:

Anderson disse...

Boa história cara kkkkkkkk

Nem sempre ajudar os outros é bom para nós, você mesmo vê pelo que digitastes.

Parabéns cara pelo texto, muito bom.

http://andersonthiago.blogspot.com/

Nathi disse...

Muito veridica... ahahhaha
vive acontecendo auqi por aqui...
mas acrescento algo:
Nathália vc tem que ter paciência com seu irmão, ele é mais novo!

=/

Adilson Jorge disse...

Concordo com o Anderson. Nem sempre ajudar os outros é bom. rs rs


Abraços e parabéns pelo blog.

www.blogonews.blogspot.com

MH disse...

Nossa que ódio, se eu sou o Jonas cobria o irmão de porrada. hahahahahahaha. brincadeira.

marcelo henriques

Mariana disse...

Coisa de pais... kkkk
Acontece aqui em casa tbm!

Luh Morales disse...

Ai ai....

adoro esse teu dicionário politicamente correto...
dagene, duma coisa... hahahaha
adooorei...

Acredita que só agora pude responder?

Pois é... por isso que não gosto de pontes... hahahahahaha

Vou te colocar na lista negra tbm viu?

beijoooos e muito muito obrigada pelos elogios.. vc é DUMA gentileza só! hahahahahaha

ps: se a moda pega...

Solitário disse...

Duvido muito que exista alguem que tenha um irmão e que nunca tenha passado por isso...