sábado, 6 de outubro de 2012

Assassin's Creed quae sera tamen!

No Natal, meu irmão e eu ganhamos um Nintendo Wii. Eu fiquei superempolgado! Meu videogame anterior foi um PSOne, ganhado em 2003, quando todas as fabricantes de jogos já estavam apostando no PlayStation 2, XBox (eu acho) e afins.

Ter um videogame novo era tudo que eu queria! Com um computador que não roda nada que foi lançado depois de 2007, tudo que eu queria era um console para jogar as novidades que saíam no mercado! Call of Duty Modern Warfare, Grand Theft Auto, Assassin's Creed, Left 4 Dead, entre outros games de tiro...

Que tristeza!

Descobri, tarde demais, que o Wii é um videogame de criança que não sou o público alvo do Nintendo Wii. Cara, eu ia nas lojas atrás de novos games de aventura, ou jogos de tiro e tudo que eu via era jogo de menininha jogo de bebezinho joguinhos coloridinhos, bonitinhos e com pouca ação! Muito rosa, muita corzinha alegre, nhe nhe nhe la la la. Isso sem contar que os gráficos eram muito inferiores aos videogames de macho ao XBox 360 e PlayStation 3. Chegar na livraria e ver que tinha o FIFA 13 pra computador, XBox 360, PlayStation 3 e PLAYSTATION2 mas não tinha pro Wii foi a gota d'água pra mim! 

Tinha pra PlayStation 2, véi! PlayStation DOIS!

Tá, resumindo, cansei de passar raiva, comprei um XBox 360 e hoje sou um gamer muito mais feliz com meu GTA 4, Alan Wake, Halo 3, Fifa 12, entre outros jogos. Um dos jogos que mais gostei foi o elogiadíssimo Assassin's Creed. Para quem não sabe, você entra na pele de Desmond, que é capturado por uma organização que consegue ler as memórias dos antepassados através do DNA do cara. É muita viagem, eu sei, mas você encarna o Altair, um assassino na Idade Média e vai cumprir missões em Jerusalém, Istambul, Acre (não o estado brasileiro). Aí tem mais uma pá de Assassin's Creed, que se passam sei lá onde e, agora em outubro, está saindo o Assassin's Creed 3, que vai se passar na Independência dos Estados Unidos.

Eu acho - só acho - que não existia o Cristo Redentor na época do Altair
(Foto: Ubisoft)

Tudo muito bom, tudo muito bem. Ontem eu abro o TechTudo e leio a seguinte notícia: Ubisoft já está trabalhando em Assassin's Creed no Brasil. MINHA CABEÇA EXPLODIU!

Cara, jogos no Brasil já não são novidade. Call of Duty Modern Warfare 2 tem algumas fases que se passam numa favela aleatória do Rio de Janeiro (senti falta de bandidos com a camisa do Flamengo). Nesse ano, saiu o Max Payne 3, se passando em São Paulo (cadê os bandidos com a camisa do Corinthians?). Agora vem um Assassin's Creed no Brasil! Fodástico!

O que eu achei mais legal é que deve ser um jogo ambientado no Brasil Colônial! Tipo, nós, brasileiros, estamos cagando tanques para a nossa própria história! Os gringos da Ubisoft se interessaram pela nossa história e decidiram ambientar um jogo na época colonial! Excelente!

Vielas, telhados, torres de igreja para subir e observar o mapa.
Cidade histórica ideal para o Assassin's Creed no Brasil!
(foto de Christyam de Lima)
Muito provavelmente, a história se passará no Rio de Janeiro. Mas, imagina que foda que seria o jogo se passando em Ouro Preto, no auge da Inconfidência Mineira!

Olha que lugar legal pra matar um inimigo
na sudina! (No videogame, claro)
Foto de Lucas Conrado
Altair se esgueirando pelas vielas e pulando os telhados das casas em Ouro Preto. Escravos nas ruas, guarda portuguesa, mineradores, inconfidentes. Cara, ambiente é o que não falta pra se fazer um jogo muito legal nessa fase da História do Brasil. Sim, dá pra fazer muita coisa legal se passando no Rio, em Salvador, São Vicente e outras cidades, mas sei lá, Ouro Preto já foi a maior cidade das Américas, dali saía o ouro que foi pra Portugal Inglaterra. Uma história se passando ali seria excelente!

Aí, pessoal da Ubisoft! Fica a dica!

Fechando o texto, achei essa matéria com trechos de uma entrevista com o produtor executivo da série Assassin's Creed. Ele disse que a esposa dele morou no Brasil e ele conhece São Paulo, o Nordeste e ficou impressinado com a arquitetura de São Luis do Maranhão. Ele tem um bom conhecimento da história do Brasil. Pode ser que o game não fique focado só no Rio.

E antes que os nintendistas venham encher o saco falando que vai sair FIFA 13 pro Wii, só peço um favor: Vão às lojas de jogos e perguntem se já chegou?

E não, cariocas, não tenho nada contra o jogo se passar no Rio. Só quero que saia um pouco do eixo Rio-São Paulo!

2 comentários:

xcamilaxy disse...

Lucas, eu não sei jogar nenhum videogame além do Super Nintendo. O que isso diz sobre minha pessoa? Que o seu novo videogame te proporcione MUITA diversão!

Beijos!

Lucas Rodrigues disse...

Lucas, tudo bem?
Quem te escreve é o @lucasrodrigues. A gente chegou trocar umas ideias pelo twitter e inclusive pelo e-mail da FSB. E por falar nisso, você saiu da agência? Senti perder o teu contato. Você tem facebook, msn?

Abraço.

www.facebook.com/lucasrodrigues89