domingo, 28 de outubro de 2007

Tudo que sobe...

No episódio anterior

"Oi, tudo sim" respondeu Fernanda. Jonas começou a conversar com a garota, queria quebrar o gelo. Então chegou a hora, não agüentava mais esperar. Como ele sabia que acabaria se enrolando se falasse, havia escrito uma declaração à ela e a entregou.
Cinco minutos depois, Jonas perguntou a Fernanda o que ela achou. Fernanda gostou, disse que gostava de conversar com ele e o elogiou. O garoto não sabia direito o que ela tinha pensado, estava em dúvida se ela sentia o mesmo que ele. Mesmo assim, estava muito feliz por ter se declarado a ela.
Quando terminaram de conversar, Jonas foi dormir. Feliz, como não se sentia havia muito tempo. Na noite seguinte, Jonas esperou por Fernanda no mesmo lugar. Sabia que ela apareceria, e ele queria muito conversar com a garota.
Antes dela aparecer, Jonas decidiu deixar um recadinho. Ao chegar no quadro de recados dela, leu o de outro rapaz, que dava a entender que os dois, ou tinham algo, ou estavam muito próximos de ter. Toda a felicidade de Jonas foi transformada em desgosto e raiva! Não era possível! Por que as coisas nunca davam certo para ele?
Não, não estava certo, não podia estar! Afinal, se aquilo estivesse acontecendo, por que ela falou aquelas coisas com ele? Jonas sabia o que fazer. Quando ela chegasse, ele perguntaria se estava acontecendo alguma coisa.
Não, ele não poderia perguntar... não poderia se meter assim na vida dela. Afinal, eles estavam muito distantes um do outro, ela não o esperaria pelo resto da vida. Mas e se ele não perguntasse, não saberia se aquilo era sério ou não. Poderia haver ainda uma esperança... Mas a esperança poderia ser falsa... Jonas estava completamente perdido.
Fernanda não apareceu naquele dia. Não apareceu na semana seguinte, nem na outra... Em todo esse tempo, Jonas ficou se perguntando o que estaria acontecendo e se um dia estaria junto de Fernanda...

Continua

Lucas C. Silva

9 comentários:

Antonio † disse...

Ela morreu?
calma jonas, ela pode ter sido abduzida no caminho

sfkopkpasdk
assista amelie poulain, jonas!
tá, o jonas mereceu,
ele perdeu tempo, desperdiçou tempo.
como eu sempre faço inconscientemente ^^

César Fernández disse...

caramba, cada vez eu me identifico mais com esse Jonas...
pq será?
rsrs


essa história está ficando intrigante!
e é uma pena que o próximo episódio vá ser o último :/

espero que nosso amiguinho tenha pelo menos um final feliz :D


abraço

Dragus disse...

Ela morreu? Casou-se?

Ou está evitando-o?

Reverendo FerAuZ disse...

Ja que está todo mundo ai ja especulando...

Ela entrou para um convento, assim como sua mãe prometeu que ela faria qdo completase idade.
A mãe fez essa promessa a Nossa Senhora da Luz Vermelha, que se ela conseguisse um trouxa pra casar e tivesse uma filha saudavel esta seria fleira para se livrar desse mundo das danações.
gwahahahahahahahahahahahahaa

Me manda noticias qdo colocar o resto do conto por favor.

Abraços pra ti!!!
E parabens pela sua obra.

Everaldo Ygor disse...

É isso ai, contos do cotidiano...
Quem nunca ficou esperando as Fernandas de nossos dias...
Abraços
Everaldo Ygor
http://outrasandancas.blogspot.com/

... Raphael disse...

Vamos torcer por ele ... e ficar tranquilo q vai rolar altas fernandas n sua vida !!

Rob Gordon disse...

Muito bem escrito, parabéns!

Euzer Lopes disse...

Não são apenas a geografia e a natureza a colocarem pedras... A biologia também, na forma humana, masculina.
Seriam devaneios de Jonas? Que realidade virtual ele estava desenvolvendo?

Euzer Lopes disse...

Podem dizer o que quiserem...
Podem concordar ou discordar de mim.
Mas eu sempre fui daqueles que acreditam que não basta um "eu te amo" para fazer um amor ter sentido.
Pode haver o desejo que enrijece o pênis ou deixam úmidos os grandes lábios apenas na troca de olhares.
Mas não há amor que resista à falta de ATITUDE.
E nestas horas, vale o ditado que diz: "a fila anda".
Algumas, com catraca eletrônica.